Artigos marcados com ‘Texto’

A atualidade de Jean de Léry.

Francês e calvinista, Jean de Léry escreveu a obra  ”Histoire d’un voyage fait en la terre du Bresil, dite Amerique” (traduzida como “Viagem à terra do Brasil“) sendo editada em 1578. O tom de atualidade da obra se encontra na sua visão mais etnográfica, que procura perceber as diferenças culturais entre europeus e indígenas sem tantas hierarquizações, de uma forma mais horizontal.

Ao projetarmos a visão de Léry em nossa sociedade, podemos afirmar que sua atualidade é evidente, pois as populações indígenas ainda sofrem com as mesmas formulações sobre sua indolência e barbárie, e a formulação do calvinista francês já apontava para uma compreensão mais profunda, no que hoje chamamos de diversidade cultural, contribuindo para a chamar a atenção de nossa sociedade para este conceito, bem como possibilitando a análise dos conceitos de empatia, de etnocentrismo e de alteridade.

Boa leitura

 Funeral indígena. Xilogravura publicada por Jean de Léry em 1600, Biblioteca Mário de Andrade, São Paulo

Funeral indígena. Xilogravura publicada por Jean de Léry em 1600, Biblioteca Mário de Andrade, São Paulo

Transformações no Mundo do Trabalho. Transformações na Escola? Walfrido S. Oliveira Jr. Assessor de História da Editora Positivo

        Para darmos início as nossas considerações, e não voltarmos a análise sobre os “homens das cavernas”, marco minha rápida análise no início da Revolução Industrial (século XVIII). Neste período deu-se a construção da classe trabalhadora moderna, ou seja, grosso modo, nós.

O trabalho como conhecemos mantém muitas características deste período, como podemos destacar: o horário de trabalho, a separação entre os detentores dos meios de produção e uma classe de despossuídos que aluga sua força de trabalho para o primeiro grupo, a instabilidade dos empregados em seus empregos e a necessidade das empresas em visarem e ampliarem seus lucros.

Ler Mais